Máscaras de pano fazem
sentido? 

As máscaras de algodão feitas em casa e utilizadas corretamente por qualquer pessoa potencialmente infetada ( todos nos) tem a principal função de proteger o outro. Nesta lógica uma população onde todos usam máscara , tem significamente menos probabilidade de contágio.  A máscara nunca substitui nem põe em causa  as medidas de prevenção elementares como lavar as mãos ou distanciamento social que sempre devem ser mantidas. 

O Conselho de Escolas Médicas Portuguesas recomenda o uso generalizado de máscaras. Leia mais aqui. 


As máscaras de algodão fabricadas em casa são solução em situação de falta de proteção certificada acessível :

para situação de deslocação necessária para o trabalho ou supermercado, quando ter que assistir outros e para as pessoas com sintomas em casa. etc. 

Consoante ao estudos máscara de algodão duplo consegue reter  partículas de aerossol infetado até 69 % . 

 
Existem ensaios que comparam a eficácia de proteção utilizando vários materiais para as máscaras feitas em casa comparando não só a capacidade de filtragem mas também respirabilidade. O algodão puro se torna uma escolha acertada por vários razões:

  • - é reutilizável porque suporta esterilização

  • - tem capacidade de filtração razoável

  • - é acessível

  • - é possível introduzir um filtro removível.

Como usar a máscara

- Depois de adquirir a máscara caseira de algodão, lave-a primeiro a alta temperatura e passe-a de ferro após a secagem
- Lave ou desinfete as mãos antes de colocar a máscara facial
- Cubra o nariz e a boca com a máscara. Tente minimizar as lacunas entre o rosto e a máscara
- Não toque na boca enquanto a usa
- Se estiver húmida, substitua-o imediatamente  por uma nova
- Remova-a por trás pelas cordas, sem tocar na máscara

- Coloque num lugar restrito para a posterior lavagem ou esterilização

- Lave e desinfete as mãos
- Não reutilize as máscaras médicas descartáveis
- No caso de máscaras caseiras, guarde mais peças a serem substituídas, lave-as regularmente em altas temperaturas e    sempre  passar a ferro.
- Também é recomendado  o uso de máscaras  para bebés

Screen Shot 2020-03-31 at 17.46.37.png

video 

Esterilização da máscara

- Todas as máscaras podem ser esterilizadas num ciclo de lavagem normal aos 60º C

  com detergente de roupa comum e depois passadas ao ferro às altas temperaturas.

- O detergente neste caso é o mais importante.

- A máscaras que não tem elásticos, com as fitas feitas de algodão, podem ser eventualmente

  esterilizadas em água a ferver durante 3 – 5 minutos.

Caso
aplicado

Czechia é uma país com a  população igual a Portugal, com a data de início, número dos primeiros casos e com medidas de proteção contra Covid-19 muito semelhantes. Com a exepção de uso de máscaras generalizado.

Czechia tem ainda uma desvantagem de proximidade de Itália - um destino extremamente popular para prática de ski nas férias escolares de inverno que coincidiu com o início da pandemia.


A postura de autoridades no início da pandemia era semelhante à de Portugal: desaconselhamento de uso de máscaras improvisadas. Foi uma iniciativa dos cidadãos ativos que fizeram a diferença. Neste momento é próprio ministério de saúde promover esta proteção e todas as figuras públicas na comunicação social usam máscaras de todos os cores e feitos. O movimento de coser solidário elaborou uma rede que assegura uma proteção individual para todas as pessoas e fornece máscaras gratuitas também para os hospitais e lares. 

Os razões que causaram grandes diferenças em números de infectados e mortos desde 19 de Março em Portugal e Czechia podem ser múltiplos, mas devem, no mínimo nos fazer pensar. 

 
Czechia e Portugal são países com muita semelhança. Uma deles é quantidade pessoas com máquina de costura em casa e uma solidariedade incansável.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now